Rhaeticus, Copérnico

Rhaeticus, Georg Joachim, nascido em 1514, foi o astrólogo discípulo de Copérnico a quem foi confiada a publicação de sua obra. Anexou ao sistema astronômico do mestre suas próprias predições e, no seu livro Narratio Prima, tentou provar que a data da segunda vinda de Cristo dependeria das variações de excentricidade da órbita terrestre. Deu também a estimativa da duração do mundo, seis mil anos, de conformidade com a profecia de Elias.

Na sua obra, “Os Sonâmbulos”, Arthur Koestler descreve-o como “enfant terrible e doido inspirado”, além de ser homossexual. Como Giordano Bruno e Paracelso, era uma espécie de “cavaleiro errante da Renascença” e desempenhava a mais admirada função de qualquer homem do século dezesseis: professor de Matemática e Astronomia.

A respeito de Rhaeticus, Kepler contou uma anedota interessante. Quando estava empenhado em decifrar as excentricidades da órbita de Marte, paralizado pela perplexidade e pela tensão, apelou, em último recurso, como oráculo, ao seu anjo da guarda. O indelicado espírito agarrou Rhaeticus pelos cabelos e lhe bateu repetidas vezes a cabeça contra o teto; depois, largou o corpo que foi bater contra o soalho. E ao fim deste tratamento, acrescentou: “eis os movimentos de Marte”. A piada pode ter um fundo de verdade e é bem possível que Rhaeticus, perturbado por uma especulação sem saída, se ergueu, furioso, e bateu a cabeça contra a parede…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.