A morte de Henrique II

Conta-se que alguns anos antes da morte de Henrique II, Luc Gauric levantou seu mapa astrológico e o apresentou a ele. O mapa previa a sua morte num duelo singular. O rei teria, então, comentado com um amigo:

– Veja, meu compadre, a morte que me é predita.
– Ah, Senhor – respondeu o cortesão –, acredita nesses velhacos, que não passam de mentirosos e tagarelas? Jogue isso ao fogo!
– Meu compadre – replicou o rei –, por quê? Às vezes eles dizem a verdade. Não tenho medo de morrer desta ou daquela morte; se é para morrer pelas mãos de alguém, que ele seja corajoso e valente e que eu morra cercado de glória.

O rei ignorou a sugestão do amigo e pediu a Monsieur de l’Aubespierre que guardasse o mapa. Nenhum deles levou a sério a predição, que acabou se cumprindo. O rei foi mortalmente ferido num combate singular, em um duelo em campo fechado, por um de seus favoritos. Enquanto era socorrido e levado para seus aposentos, o amigo que tinha sugerido atirar o mapa ao fogo se lembrou da profecia e pediu a M. de l’Aubespierre que o trouxesse. Quando o leu, as lágrimas vieram-lhe aos olhos.

– Ah! – exclamou ele. – Eis o combate singular em que ele deveria morrer. A profecia estava certa, o rei está morto.

As palavras dos adivinhos são sempre ambíguas e obscuras, mas este falou bem claramente…

(Fonte: Brantôme/ V. IV, Le Roy Henry II, pág. 116/117)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.