A ASTROLOGIA NO CINEMA – II

Uma novidade que certamente irá despertar a curiosidade dos aficcionados da astrologia chega da Itália. Foi realizado, na cidade de Ascoli, um filme baseado na vida do controvertido astrólogo italiano Francesco Stabili, que ficou conhecido como Cecco D’Ascoli (c.1269-1327), contemporâneo e desafeto de Dante Alighieri.

Dirigido por Piero Maria Benfatti, o filme produzido em 2004 tem no papel principal o ator Tobias Moretti. O título, em italiano, é L’Eretico. Além de Moretti, os atores Toni Bertorelli, Remo Girone, Robert Stadlober, Ernesto Mahieux, Lucio Zagaria, Luigi Maria Burruano e Lino Capolicchio compõem o elenco. O filme foi exibido no Festival do Filme Independente de Roma em 2006.

Vítima da conspiração de inimigos poderosos, Cecco d’Ascoli teve de abandonar o cargo de professor de astrologia da Universidade de Bolonha e terminou seus dias condenado à fogueira por heresia pela Santa Inquisição em 1327.

Foi um grande homem de cultura e ciência, autor de um poema verdadeiramente enciclopédico, L´Acerba, onde abordou de maneira demasiado livre temas como a fé, a cosmografia, a moral, a história natural e a religião.

3 comentários em “A ASTROLOGIA NO CINEMA – II

  • 6 de maio de 2011 em 10:46 pm
    Permalink

    Universidade de Bolonha, a primeira Universidade da Europa. Por aqui, infelizmente, depois que os marxistas entraram nelas, não mais saíram e nem permitiram permanecer os eruditos, pois só desejam a ideologia. É uma lástima! O setor de humanidades não mais existe e ficamos órfãos de profundo conhecimento. Torço para que este site não saia do ar e possamos aprender verdadeiramente!
    Abraços
    Ivan de BH

  • 7 de maio de 2011 em 12:39 am
    Permalink

    Sei muito bem o que está dizendo. Vivemos a ditadura “pensamental” da esquerda e com isso estamos indo cada vez mais para trás. O pesadêlo orwelliano está se concretizando gradativamente no Brasil. Não é a toa que nos primeiros dias de mandato o Lula foi beijar a mão dos militares e agradecer tudo o que fizeram. Qualquer intelectual brasileiro hoje é incapaz de dar respostas que não sejam ditadas pela cartilha marxista. Quem sai da universidade hoje não aprende nada da área que cursou, mas tem na ponta da língua chavões marxistas que explicam tudo como verdadeira panacéia universal.

  • 8 de maio de 2011 em 6:24 pm
    Permalink

    É essa péssima e atroz Revolução Gramsciana, que tolheu e reprimiu a erudição de muitos homens, em prol de uma ideologia de interesses escusos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.